Notícias

Abicalçados renova convênio com Apex-Brasil

05.01.2017 -

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) assinaram, no início de janeiro de 2017, a renovação do convênio para a manutenção do programa Brazilian Footwear. Voltado para a promoção dos embarques de calçados por meio de ações de cunho comercial – como participação em feiras e showrooms no exterior e a vinda de compradores estrangeiros para as mostras nacionais – e de imagem – como a participação em eventos de moda e cultura pop internacionais e projetos locais que visam a alavancar o conhecimento sobre o calçado verde-amarelo no exterior -, o Programa terá um aporte total de R$ 36,46 milhões para serem investidos no biênio 2017-2018.

O presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Klein, ressalta que o Brazilian Footwear foi fundamental para que as exportações brasileiras de calçados tivessem incremento ao longo de 2016, mesmo com um quadro internacional turbulento. “Não fossem as exportações, o ano passado teria sido muito pior do que foi para os calçadistas. A renovação deste convênio, especialmente em um momento delicado, de queda na demanda interna por calçados, tem importância fundamental para a sobrevivência do setor calçadista brasileiro", avalia o executivo. Dos mais de R$ 36 milhões, 40% serão contrapartidas financeiras da Abicalçados por meio dos associados ao programa.

Para a gestora do Brazilian Footwear na Apex-Brasil, Isabel Fontoura, o projeto apresenta ações sólidas e coerentes não só tendo em vista as necessidades das marcas, mas também considerando as expectativas e demandas do mercado global de calçados. “Olhamos para os próximos dois anos do projeto com otimismo e confiança no que tange à principal missão do programa, que é impulsionar as exportações de calçados brasileiros de forma contínua e sustentável", comenta Isabel.

Números

Atualmente, os associados ao Brazilian Footwear respondem por quase 82% da receita gerada com a exportação de calçados, que de janeiro a novembro de 2016 foi de US$ 871 milhões, 3,6% mais do que no mesmo período de 2015. Segregando apenas as exportações das empresas apoiadas pelo programa, no mesmo período, o crescimento ficou em quase 6%, quase o dobro da média geral. “O fato, por si, ilustra a importância das ações do Brazilian Footwear", frisa Klein.

Para o biênio 2017-2018, a meta do programa é chegar a 172 empresas associadas exportadoras – hoje esse número é de 160.

Brazilian Footwear

Em voga desde o ano 2000 e assinado a cada dois anos, o programa Brazilian Footwear foi determinante para a qualificação e pulverização das exportações brasileiras de calçados, que tiveram um incremento de 50% no número de destinos em 16 anos - passando de 99 para 150 países.

Para o ano de 2017, o Brazilian Footwear já tem uma agenda extensa, com participações programadas na Expo Riva Schuh e theMicam (Itália), IFLS e Colombiamoda (Colômbia), FN Platform (Estados Unidos), além de uma ação comercial inovadora na China. No Brasil, o programa promove o Projeto Comprador VIP, Projeto Imagem, o Fashion Bloggers, entre outros projetos que serão definidos ao longo do ano. São considerados mercados-alvo do programa para 2017-2018: França, Reino Unido, Estados Unidos, Colômbia, China/Hong Kong e Emirados Árabes Unidos.

Mais informações em www.brazilianfootwear.com.br.